MULHERES QUE NÃO QUEREM ENGRAVIDAR

0 58

A mulher moderna possui diversos objetivos que envolvem construir uma carreira profissional sólida, adquirir seu espaço em meio a sociedade e se sentir livre para fazer suas próprias escolhas.

Entre estas escolhas, está o não desejo pela maternidade, um sonho desejado por muitas mulheres, onde acreditam que serão mais realizadas por construírem uma família com filhos. Pois bem, muitas vezes nem sempre é tão espero por algumas mulheres, nem tão perto chega ser o sonho de todas.

Hoje com o avanço da tecnologia, as mulheres que sofrem com algum tipo de doença, que as impede de ser fértil, como no caso da endometriose, essas podem contar com cirurgia de tratamento definitivo muitos casos apresentam ser um bom resultado para a mulher que deseja gerar um filho, tudo depende do desenvolvimento que se encontra a doença, do diagnóstico precoce, entre outros fatores, podem vir a reverter o caso.

Com as diversas constituições de famílias, uma mulher pode viver abertamente sem passar pela etapa da maternidade, e isso não interfere em sua feminilidade.

Atualmente, existem muitos relacionamentos que envolvem casais sem filhos, que vivem em casas separadas ou relacionamentos entre pessoas que moram países diferentes.

Todas essas opções não determinam o nível de relacionamento vivido por duas pessoas, nem tão pouco comprometendo o companheirismo, respeito e amor entre o casal.

Entretanto, as doenças nem sempre são motivos para mulheres não quererem engravidar, essa decisão envolve muito mais reflexões.

Por que algumas mulheres não querem ter filhos

Por muito tempo a mulher foi vista como predestinada a engravidar, onde o se tornar mãe era algo de “imposição social”.

Sendo assim, muitas mulheres começaram a se sentir culpadas pelo não desejo da maternidade, de gerar seu próprio filho conforme condição biológica.

Esse não querer gerar seus próprios filhos, não quer dizer que a mulher não gosta de crianças, pelo contrário, sua convicção pode estar atrelada a outros meios de se auto realizar.

Entre esses objetivos pessoais podem estar, investir em sua carreira profissional, aproveitar a vida a dois ou sozinho, e pelo simples fato de não querer ter um filho.

Seja a mulher casada ou não, existem motivos que levam a mulher a não querer engravidar, entre eles estão as incertezas e medos com relação a criação e exercícios da maternidade.

No entanto, alguns casos de mulheres que possuem fobia de parto, que é recorrente de situações traumáticas vivenciadas por terceiros, histórias relacionadas a violência obstétrica ou medo de sentir dor.

É importante ressaltar que se a mulher não quer gerar seu filho não significa que ela será menos feminina, aliás, significa que ela ainda não enxerga a maternidade como uma um pilar de sua realização.

Mas tudo bem não enxergar a maternidade como um objetivo de vida, pois muitas pessoas levam uma vida considerada normal sem filhos.

Mulheres que decidem adotar uma criança

Em muitos casos, existem mulheres que por algum motivo não podem ter filhos, por isso, a solução encontrada é a adoção de crianças.

No Brasil existem 8,7 mil crianças esperando por um lar, e isso desperta o desejo de muitos casais ou pessoas solteiras optarem por adotar.

Dessa maneira, no caso das mulheres, o fato de adotar uma criança não se difere do ato de ser mãe, pois envolvem as mesmas responsabilidades daquelas que geraram por nove meses.

Portanto, o desejo de querer ou não ser mãe só diz respeito a você, mulher que queira experimentar esse estilo de vida.

Seja para adotar ou não uma criança, esse passo exige muito diálogo, onde a mulher precisa estar satisfeita com sua decisão.

Agora, se você está decidida a não ter filhos, não se preocupe, você não está ofendendo as mulheres que sonham com a maternidade, isso é uma questão pessoal, que deve ser compreendida por todos. Assim como aos poucos as mulheres foram conseguindo seus direitos na sociedade, logo isso também passará a ser algo natural, com o passar dos anos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.